Notícias

Novembro de 2019 registra queda de 0,23% em empregos na construção civil

Jan 13 2020

O mês de novembro registrou queda no número de empregos na construção civil com uma variação negativa de 0,23% em comparação a outubro. Isso significou o fechamento de 5.514 postos de trabalho.

Ao dessazonalizar (retirar efeitos que acontecem tipicamente em um mesmo período do ano) as informações, foi registrado um aumento de 0,67% na criação de empregos.

Os dados da pesquisa mensal do Sindicato da Indústria da Construção Civil do Estado de São Paulo (SindusCon-SP), realizada em parceria com a Fundação Getulio Vargas (FGV), também mostram que houve uma variação positiva de 1,73% comparando os primeiros onze meses de 2019 com o mesmo período de 2018.

Comparando novembro e outubro, todas as regiões do país fecharam com variações negativas: Norte (-0,54%), Nordeste (+0,46%), Sudeste (-0,29%), Centro-Oeste (-0,91%), e Sul (-0,40%). Em relação ao acumulado dos onze primeiros meses do ano, todas apresentaram resultados positivos, sendo o mais expressivo o da região  Sudeste, com uma variação de 6,42% (elevando-se para 1.225.686 empregados).

Em São Paulo foi registrado uma variação de 0,09% em novembro comparado a outubro. Quando desconsiderados os efeitos sazonais, há um crescimento de 0,68%. Ao final de novembro, o estado de São Paulo empregava 654.512 trabalhadores. A capital paulista respondeu por 42,65% dos empregos no estado e registrou aumento, com uma variação positiva de 0,31% na mesma comparação. Ao final do mês, havia 279.159 trabalhadores da construção na cidade. 

Analisando por segmento, os únicos que registraram aumento em novembro, comparado ao mês anterior, foram os de Engenharia e Arquitetura (1,09%) e Obras de Instalação (0,92%). Nos onze primeiros meses de 2019, todos os segmentos apresentaram crescimento, sendo o de Obras de Instalação o que teve maior aumento (8,94%). 

 

Com informações do SindusCon-SP

 

Imagem: Gabriel Ramos/iStock.com

About The Author

36 comentários

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.